▸ AGENDAMENTO DE CONSULTAS E EXAMES

Outubro é um mês muito especial para a àrea da Saúde. Trata-se de um mês em que instituições e profissionais de todas as especialidades se mobilizam em ações que visam a conscientização sobre a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento precoce do câncer de mama: o Outubro Rosa.

De acordo com estudo do INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de mama é segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Para o Brasil, foram estimados 60 mil casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres.

O IMMI apoia esta causa reforçando os três pilares estratégicos no controle da doença: a prevenção primária, o diagnóstico precoce e a mamografia. Nós abraçamos essa causa e compreendemos, também, a importância do apoio social e psicológico às mulheres já acometidas pela doença!

Principais sinais e sintomas da doença

» Caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor;
» Pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja;
» Alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos;
» Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

O autoconhecimento é a melhor forma de prevenção

Conhecer o próprio corpo, entender os seus sinais de alerta e ouvir seus sentimentos são as melhores formas de identificar a instalação da doença. Além de estarem atentas ao próprio corpo, mulheres de 50 a 69 anos devem também fazer mamografia de rastreamento a cada dois anos. De acordo como INCA e o Ministério da Saúde, “esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes de a pessoa ter sintomas. A mamografia nesta faixa etária, com periodicidade bienal, é a rotina adotada na maioria dos países que implantaram o rastreamento organizado do câncer de mama e baseia-se na evidência científica do benefício desta estratégia na redução da mortalidade neste grupo.”

Mesmo não sendo tão comum em mulheres abaixo dos 30 anos, é essencial realizar o auto exame pelo menos 1 vez ao mês, é importante lembrar também que o câncer de mama não acomete apenas as mulheres, cerca de 1 % da população masculina também poderão desenvolver o câncer de mama.

Grupo de Risco

O intuito do Outubro Rosa neste ano é reforçar os três pilares estratégicos no controle da doença: prevenção primária, diagnóstico precoce e mamografia. Desta maneira, e possível identificar quando a doença já está instalada e iniciar o tratamento o quanto antes.

No grupo de risco pode-se destacar:

» Mulheres que tiveram a primeira menstruação antes dos 12 anos de idade;
» Mulheres que não tiveram filhos;
» Mulheres que não amamentaram;
» Mulheres que tiveram sua primeira gestação após os 30 anos;
» Mulheres que fizeram reposição hormonal;
» Além dos fatores já citados ainda devem ser adicionados a lista a genética, fatores ambientais e também os estilo de vida da pessoa.

A prática de atividade física e de alimentação saudável, com manutenção do peso corporal adequado, estão associadas a menor risco de desenvolver câncer de mama: cerca de 30% dos casos podem ser evitados quando são adotados esses hábitos. A amamentação também é considerada um fator protetor. (INCA 2019).

Procure sempre o seu médico de confiança, principalmente os especialistas em Ginecologia e Mastologia.